MANDALAS e o Processo Terapêutico

2novo_new

O campo de força de uma mandala modifica a nossa energia em vários níveis.

Estimula a mente, equilibra as emoções e ativa os processos físicos, ajudando a restabelecer sua função plena.

A mandala é uma fonte de cura – no sentido amplo, benéfico e quase sagrado que ela tem.

 

 A Mandala e o trabalho terapêutico

É um trabalho simples, mas ao mesmo tempo profundo, pois as Mandalas colocarão, de forma sutil, no lugar certo, aquilo que se encontrava fora de lugar. Quanto a isso, Jung diz: “a mandala possui uma eficácia dupla: conservar a ordem psíquica se ela já existe; restabelecê-la, se desapareceu. Nesse último caso, exerce uma função estimulante e criadora”. Trabalhar com Mandalas promove relaxamento psicofísico pelo ato de desenhar, pela contemplação, e pela meditação que o próprio fazer proporciona. Ainda, desenvolve centramento, atenção, concentração, percepção e a intuição. Também, é um ótimo instrumento para ativar sonhos especiais ou fazer quem não se lembra deles começar a lembrá-los.

Hoje em dia a Mandala é usada na psicologia Junguiana e Transpessoal e por terapeutas que trabalham com desenvolvimento pessoal.

A Mandala trabalha a pessoa nos aspectos: físico, emocional e energético.

No aspecto físico promove bem-estar, relaxamento e previne o estresse.

Emocionalmente, as Mandalas pessoais podem trabalhar conteúdos oriundos de emoções antigas, atuais ou futuras, pois o trabalho com Mandalas sinaliza eventos que aconteceram, os que estão ocorrendo e os que estão para acontecer.

Energeticamente a Mandala equilibra os corpos sutis e suas energias peculiares.
Quando se desenha Mandalas pessoais terapeuticamente é comum acontecer surgirem memórias passadas que são colocadas no desenho sob forma de impressões sutis, que só será percebida por quem souber fazer a leitura das impressões sinalizadas pelo inconsciente de quem está desenhando. A leitura dessas impressões se faz por meio do traço, da forma, das cores, dos símbolos, das marcas e vários outros aspectos que podem surgir quando se faz uma Mandala pessoal.

Mandala – By Mary Detter

2 comentários a “MANDALAS e o Processo Terapêutico

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s