O SENTIDO DO TATO

 

 

*A experiência de  sermos  tocados, com qualidade  e presença,  nos devolve à morada da nossa alma  (o corpo físico). Restaura o sentido de pertinência  e  a relação do  nosso mundo interno com o externo torna-se um campo a ser  “percebido” com mais propriedade e segurança.*

 

 

 

 

 

SENTIDO DO TATO    – Rudolf  Steiner

O Sentido do Tato, traz a notícia do Limite entre minha corporalidade e o mundo ao meu redor.       “O  Sentido do Tato transmite o limite de si mesmo em relação ao outro. É uma vivência inconsciente; profunda de si mesmo”.

O Sentido do Tato é um dos meios para fortalecer a auto-estima e auto-segurança. Eu preciso me sentir. Abraçado , o bebê se acalma, se sente.

De outro lado, me vivenciando, percebo que o mundo ao redor me segura, me dá segurança.  Percebo que o mundo não é só um buraco, um vácuo. O Tato me assegura confiança por permitir uma noção de limite. Mesmo que inconsciente , a confiança visceral em Deus nos é dada pela vivência do Tato  – do apoio.

Processo Inconsciente , que gera a Vivência de Deus no mais visceral, profundo, que se vive como Ser Humano. O lugar mais profundo de cada um.

Confiança e Medo são os dois grandes pilares do Sentido do Tato. Medo é uma vivência inconsciente de que Deus não nos segura.

Todas as funções orgânicas são tranquilas quando a pessoa se sente segura. Sempre que a confiança abalar, vai sentir medo. Abala o sistema nervoso.

” Qualquer  relacionamento bem sucedido, depende da constante manutenção do Sentido do Tato”. 

Rudolf  Steiner

 

******

       O CÉREBRO HUMANO TEM UM SISTEMA CRIADO ESPECIALMENTE PARA O TOQUE                             (Texto extraído do livro -Tocar o significado humano da pele. Ashley Montagu )

A pele é o mais extenso órgão do sentido de nosso corpo e o sistema tátil é o primeiro sistema sensorial  a tornar-se funcional em todas as espécies até o momento pesquisadas .Talvez depois do cérebro , a pele seja o mais importante de todos os nossos sistemas de órgãos.

A pele, como uma roupagem contínua e flexível, envolve-nos por completo. É o mais antigo e sensível de nossos órgãos, nosso primeiro meio de comunicação, nosso mais eficiente protetor. O corpo é todo recoberto pela pele. Até mesmo a córnea transparente de nossos olhos é recoberto pela pele. A pele também se vira pra dentro para revestir orifícios como a boca, as narinas.

Na evolução  dos sentidos, o tato foi, sem dúvida, o primeiro a surgir. O tato é a origem de nossos olhos, ouvido, nariz e boca. Foi o tato que, como o sentido, veio diferenciar-se dos demais, fato este que parece estar constatado no antigo adágio “matriz de todos os sentidos”. Embora possa variar estrutural e funcionalmente com a idade, o tato permanece uma constante, o fundamento sobre o qual assentam-se todos os outros sentidos.

https://corpoconsciente.wordpress.com/tag/me-toque-plyllis-davis/

https://corpoconsciente.wordpress.com/2012/02/18/quais-sao-nossos-12-sentidos/

Um comentário a “O SENTIDO DO TATO

  1. Pingback: Rudolf Steiner: O limite entre minha corporalidade e o mundo ao meu redor | Biblioteca Virtual da Antroposofia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s